Esteira

Riscos de incêndio na indústria de alimentos

As instalações nas indústrias de processamento de alimentos são tão diversas como os alimentos que comemos, contudo têm muitas características em comuns. 

Devem estritamente controlar os fatores ambientais, incluindo a temperatura, a umidade e a limpeza. Compartilham também, dos mesmos riscos em geral e de elevada susceptibilidade aos danos de produtos alimentícios.

RISCOS EM POTENCIAL

As instalações de processamento de alimentos,  aquecem, refrigeram, medem e movimentam produtos alimentícios, além de usarem muitos equipamentos de processo. Por conseguinte, estas instalações compartilham com vários riscos em potencial.

Os equipamentos e os materiais que apresentam riscos na indústria de alimentos incluem:

  • Equipamentos de processamento automático
  • Óleos combustíveis
  • Esteiras transportadoras
  • Pós explosivos
  • Líquidos inflamáveis e gases
  • Equipamento de óleo combustível
  • Equipamento de refrigeração
  • Armazenamento

SUSCETIBILIDADE AOS DANOS

Quando o  alimento é consumo humano, uma pequena contaminação é um grande problema. Um incidente que resulte em pequeno dano na maioria  de outras indústrias pode resultar em perda grave na indústria de alimento. 

Por exemplo, se um sistema de sprinkler extinguisse um pequeno incêndio numa indústria metalúrgica, a maioria dos produtos de metal poderia, rapidamente, ser limpos. Mas na indústria de processamento de alimentos, os produtos na área de incêndio poderiam facilmente  ser declarados como perda total.

TIPOS DE INSTALAÇÕES DE INDÚSTRIAS ALIMENTÍCIAS

Não existe classificação que acomode todas as instalações das indústrias alimentícias  perfeitamente. Entretanto, os produtos alimentícios podem ser facilmente classificados como alimentos básicos, condimentos ou bebidas.

Exemplos de instalações de processamentos de alimentos

Indústria de Produtos BásicosIndústria de Condimentos
PanificaçãoCacau
EnlatadosConfeito
CereaisTempero
MoinhosExtrato aromatizante
LaticíniosAçúcar 
Alimentos FriosVinagre
Alimentos Congelados
Instalações de amadurecimento de frutasIndústria de Bebidas
Grãos e FlocosCervejaria
MargarinaDestilaria
Carne e frutos do marSuco
Moinho de cereaisRefrigerantes
Amido e gomaVinho
Óleo vegetal

RISCOS DE PROCESSAMENTO DE ALIMENTOS 

Os perigos de processamento de alimentos incluem:

  • o fogo
  • explosões de combustão
  • ruptura de vasos sob pressão
  • danos mecânicos e elétricos
  • riscos líquidos
  • contaminação de alimentos

Os produtos alimentícios orgânicos (carboidratos) são combustíveis. Se moídos finamente, podem explodir. 

A indústria de processamento de alimentos utiliza vários materiais combustíveis, incluindo: sólidos, pós, líquidos e gases.  Os equipamentos e as máquinas estão sujeitos às avarias mecânica e elétrica.

EQUIPAMENTOS DE PROCESSAMENTO AUTOMÁTICO

Os equipamentos de processamento automático de alimentos incluem; pesagem de matéria prima,  sistema de medição, sistema de distribuição de mistura (massa) e máquinas de empacotamento de produtos acabados.

Também, pode incluir misturadores de ingredientes, controladores de temperatura e outros sistemas de processamento de alimentos.

Os computadores são essenciais para funcionamento das instalações de processamento automático de alimentos. O equipamento automático pode ser danificado pelas avarias; mecânica, elétrica e pelo fogo. A perda da capacidade de processamento automático de alimentos resulta geralmente em prejuízos elevados.

ESTEIRAS TRANSPORTADORAS

As esteiras transportadoras transportam matéria-prima e produtos alimentícios por toda fábrica. Podem ou não fazer parte do equipamento de processamento automático.

Os riscos de incêndio destes equipamentos incluem:

  • esteiras transportadoras combustíveis
  • produto combustível ou o material empacotado transportado em esteira/correia e
  • acúmulo de óleo nas partes da esteira/correia transportadora

A esteira transportadora pode também propagar incêndio, de uma parte da instalação para outra. Porque transportam produtos sólidos ou a granel e os transportes pneumáticos podem apresentar riscos de explosão.

MATERIAIS PERIGOSOS

Os materiais utilizados geralmente nas indústrias de processamento de alimentos incluem:

  • óleos combustíveis
  • pós explosivos
  • líquidos e gases inflamáveis

O óleo combustível pode ser um ingrediente do produto, um lubrificante ou utilizado em fritura. O risco de incêndio é o mais sério quando o óleo é aquecido nos fornos ou em frituras.

O óleo quente pode ser inflamado por falha nos controles de temperatura, demora excessiva do produto e pelo nível de óleo baixo em frituras. O fogo no óleo quente pode ser grave, e um acúmulo de óleo em superfícies próximas do edifício (coluna, forro, etc) e do equipamento, pode provocar um incêndio muito mais grave.

Para acelerar a mistura no misturador, as indústrias de processamento de alimentos utilizam ingredientes sólidos em forma de pós e grãos. Geralmente, os materiais moídos usados são; farinha, açúcar, amido e cacau. O pó produzido devido ao transporte, medição e derramamento, pode explodir.

Os líquidos inflamáveis utilizados na indústria de processamento de alimentos incluem:

  • álcool
  • extratos de álcool e
  • solventes usados transportar cobertura de doce

Outros líquidos perigosos incluem:

  • as ceras, que devem ser aquecidas para utilizar
  • os gases inflamáveis incluem gás fumegante  para grãos e
  • óxido do etileno, um gás usado para amadurecer frutas verdes

EQUIPAMENTOS DE AQUECIMENTO E DE REFRIGERAÇÃO

Os equipamentos para indústria de processamento de alimentos incluem:

  • fornos a fogo direto, caldeiras produzindo vapor para agitadores com injeção de vapor (camisa de vapor), queimadores para aquecimento de óleo usado em frituras

Os riscos de equipamento de aquecimento incluem:

  • fogo direto
  • explosão da câmara de combustão da caldeira
  • ruptura de vaso sob pressão por sobre pressão

O equipamento de refrigeração é essencial para manter o alimento em conservação, ou é uma exigência de órgãos governamentais.

Os riscos de equipamento de refrigeração incluem;

  • ruptura do vaso de gás comprimido
  • liberação do vapor, e
  • avaria mecânica e elétrica.

Os refrigerantes mais comuns são amônia e freon. A amônia é volátil e tóxica. Freon é menos volátil, mas ainda é considerado tóxico. Ambos os refrigerantes podem contaminar  alimentos e danificar equipamentos do processo.

TECNOLOGIA A SUA MÃO

Utilizando equipamentos de alta tecnologia e segurança, a ICS Engenharia ajudou 13 empresas deste segmento a monitorar seus processos, reduzindo, significativamente, seus riscos de incêndio.

Entre em contato com nosso time de engenharia, e traga seu projeto para que possamos lhe ajudar também!