Trabalho sobre certificação de produtos vence o 4° Prêmio ISB

Autor Marcelo Alexandre Cicerelli propõe caminhos para implementar regulamentação e melhorar a qualidade dos produtos de segurança contra incêndio

O desenvolvimento da área de segurança contra incêndio no Brasil passa obrigatoriamente pela necessidade de certificação de produtos e equipamentos para garantir a eficácia aos sistemas de proteção. Foi com esse tema que o Major do Corpo de Bombeiros de São Paulo, Marcelo Alexandre Cicerelli, se consagrou vencedor da quarta edição do Prêmio Instituto Sprinkler Brasil de Trabalhos Técnicos.

Na apresentação do trabalho, Cicerelli explica que “o estudo tem como principal objetivo propor uma forma de atuação dos Corpos de Bombeiros Militares na atividade de certificação de produtos de segurança contra incêndio”. Ele defende que “a qualidade da segurança contra incêndio nas edificações e áreas de risco somente poderá ser garantida se ela for observada em todas as vertentes, sendo necessário um bom regulamento técnico, um bom projeto técnico, produtos e instalações adequadas”.

A pesquisa de Cicerelli tomou como base um estudo sobre a qualidade dos chuveiros automáticos/sprinklers no Brasil, no qual se constatou diversos problemas de não conformidade, que resultam em falhas de funcionamento e afetam a segurança da população. “A falta de regulação do setor tem afetado também a concorrência no mercado, e o próprio Corpo de Bombeiros, que vê prejudicado seu esforço despendido na área de prevenção”, acrescenta.

Para o diretor geral do Instituto Sprinkler Brasil (ISB), Marcelo Lima, o trabalho premiado está alinhado com as discussões que vêm ocorrendo sobre a necessidade de utilização de produtos certificados na área de proteção contra incêndio. “Neste momento, diversas instituições públicas e privadas estão trabalhando conjuntamente no sentido de termos um avanço na certificação de produtos de segurança contra incêndio no Brasil”.

Lima destaca também a importância da iniciativa do Prêmio no fomento à pesquisa sobre incêndio no Brasil e na formação de bibliografia em língua portuguesa. “Há uma grande limitação na produção científica, até porque há pouquíssimos cursos de formação específica, além dos raros materiais em português. Há quatro anos o ISB lançou o prêmio como uma maneira eficaz de contribuir com o desenvolvimento da área”, complementa.

Por ter vencido o 4º Prêmio Instituto Sprinkler Brasil de Trabalhos Técnicos, Marcelo Alexandre Cicerelli, receberá um prêmio no valor de R$ 10.000,00, uma viagem ao Centro de Pesquisas da FM Global, nos Estados Unidos, e a publicação do seu trabalho em livro. O ISB também irá premiar com menção honrosa e publicação os trabalhos do segundo e terceiro colocados, que respectivamente são:

Braulio das Mercês Gonçalves Viana, com o trabalho: Sprinklers no Brasil: Apresentação e análise da nova norma ABNT NBR 16400:2015 – Enfim uma sólida base técnica para a construção de um mercado confiável;

Larissa Jagnez e Ivan Ricardo Fernandes, com o trabalho: Estudo sobre a escolha do fator de vazão no dimensionamento do sistema de chuveiros automáticos.

Prêmio ISB

O Prêmio Instituto Sprinkler Brasil de Trabalhos Técnicos foi criado em 2013, com o objetivo de fomentar a discussão sobre o uso de sprinklers em sistemas de proteção contra incêndio no Brasil e criar bibliografia sobre o assunto em língua portuguesa, considerando que as principais referências estão em inglês.

O concurso é realizado anualmente com a divulgação para estudantes, profissionais do mercado e bombeiros. A avaliação dos trabalhos inscritos é feita por especialistas da área de proteção contra incêndio e ocorre com base nos critérios de adequação ao tema, relevância, originalidade, estrutura do texto e qualidade da redação, método, fontes de dados, análise e bibliografia.

As informações sobre o Prêmio ISB, bem como o link para download gratuito dos trabalhos vencedores das edições anteriores do concurso estão disponíveis no site do ISB, cujo endereço é www.sprinklerbrasil.org.br/premio.

Fonte: Instituto Sprinklers Brasil

Os comentários estão encerrados.